O Google mudou nossa forma de armazenar informações?

capa cérebro

Nossos pais e avós provavelmente iam às bibliotecas e debruçavam-se sobre dezenas de livros quando precisavam pesquisar um determinado assunto. Hoje, graças ao Google, podemos ter as informações em poucos cliques. Mas será que o Google mudou nossa forma de armazenar informações? Será que a ferramenta de busca nos deixa mais preguiçosos e/ou com menos capacidade de aprender novos conteúdos?

O psicólogo Carlos Esteves, especialista em análise do comportamento e membro do NTCR-Curitiba, fala sobre o assunto na edição de novembro da revista O Mundo Secreto do Cérebro. A matéria pode ser lida clicando no arquivo abaixo.

Revista_Mundo Cérebro

Anúncios